domingo, 30 de outubro de 2011

Posted by jinson on domingo, outubro 30, 2011 2 comments
Um amigo sempre diz essa frase: “a ignorância é uma benção”, e eu, passei a concordar plenamente com ele. Todos os dias escuto e leio conversas absurdas, frases que não fazem o menor sentido, que não levam a lugar algum, atitudes que ao invés de mudar pra melhor, cavucam mais fundo tudo aquilo que já está no fundo do poço. Começo a acreditar que pessoas ignorantes são mais felizes, pois não enxergam da mesma forma que nós a gravidade dos problemas, a sujeira, o lixo, a podridão e (não sei bem se essa palavra existe, mas gosto de chamá-la de) “DESESPERANÇA”. s.f quem perde a esperança, desesperado.
As pessoas são malandras e gostam disso, acham bonito ser assim. Se puderem escolher entre o caminho 'curto e duvidoso' e o 'certeiro mas árduo'... bom, já sabem né? Não gosto desse tipo de gente, me dá nojo e um certo medo. Nojo porque querem ganhar sem ter batalha, pegar sem ter, se achar sem ser. Medo porque são capazes de passar por cima de tudo e de todos e ainda sair por aí cantando os quatro ventos quão malandros eles são.
A vida inteira vivemos de escolhas, do livre arbítrio que todos temos. Mas aí entra aquela velha história do diabinho e do anjinho, um em cada ombro, sussurrando coisas no seu ouvido. Vai de nós decidir o que queremos para nossa vida... sem esquecer que cada atitude gera uma conseqüência, que varia bem de acordo com o que a gente escolheu.

2 comentários :

Projeto Bichos de Rua disse...

Tivemos uma cultura já duvidosa.Se lermos um pouco sobre o que nossos ancestrais portugueses fizeram por aqui, já daria prá entender muita coisa...Além disso passamos por uma ditadura onde ninguém era cidadão!Ser ignorante faz rir e conformar-se, mas é preciso que algumas sementes se espalhem, brotem e cresçam sem fazer sombra...

Ka disse...

Aquele famoso "jeitinho brasileiro". Saca?